Bordalo PDF Imprimir e-mail

Nome científico: Squalius alburnoides
Mapa de Distribuição



O bordalo é um dos peixes mais extraordinários dos nossos rios, sendo endémico da Península Ibérica (encontra-se nos rios portugueses e espanhóis). A sua origem é fascinante: cruzamentos naturais entre escalos e outros peixes muito diferentes deram origem a uma grande variedade de peixes que diferem nos seus números de cromossomas e proporção da contribuição genética das espécies que lhe deram origem. Produziram-se assim vários peixes de tamanho e forma muito diferente, cuja biologia e as relações com os outros peixes têm suscitado grande interesse por parte dos biólogos, que têm ainda muito trabalho a fazer para compreender de forma mais completa estes animais. No mesmo rio, como o Tejo ou o Guadiana, podem existir peixes muito diferentes: uma forma constituída exclusivamente por machos que têm no máximo cerca de 6 cm, de boca orientada para cima; uma forma muito maior, quase exclusivamente constituída por fêmeas; e ainda uma outra difícil de distinguir dos escalos. Entre estes vários peixes pode dar-se uma grande variedade de cruzamentos.

Comprimento máximo: 13,3 cm
Estatuto de conservação: Baixo Risco/pouco preocupante
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >