Escalos PDF Imprimir e-mail

Nome científico: Squalius pyrenaicus
Mapa de Distribuição



Os escalos são ciprinídeos sem barbilhos, um pouco mais pequenos que as bogas, de corpo prateado e que muitas vezes têm as escamas pigmentadas ao longo do bordo, o que dá ao peixe um aspecto rendilhado. A boca é terminal ou quase e não tem o lábio cortante das bogas. São essencialmente carnívoros, podendo os grandes exemplares capturar até peixes pequenos. Não fazem migrações para reprodução - parecem reproduzir-se nos locais onde vivem o resto do ano. Existem quatro espécies de escalos: Squalius carolitertii do Minho até ao Mondego (talvez com alguma presença no Zêzere); Squalius pyrenaicus no Tejo, Sado e Guadiana; Squalius torgalensis no Mira e ribeiras do Sudoeste alentejano; e Squalius aradensis nos rios do barlavento algarvio. As duas primeiras espécies são endemismos Ibéricos e as duas últimas são endemismos portugueses muito localizados e criticamente em perigo.

Comprimento máximo: 18,1 cm
Estatuto de conservação: (sem estatuto)
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >