Verdemã PDF Imprimir e-mail

Nome científico: Cobitis calderoni / Cobitis paludica
Mapa de Distribuição



As verdemãs pertencem a uma família diferente da maioria dos nossos peixes de água doce. O seu corpo, muito alongado e flexível, com escamas diminutas, tem uma forma muito especializada que lhes permite enterrar-se com grande rapidez no fundo dos cursos de água. Animais que parecem realizar grande parte da sua actividade durante a noite, dependem muito do tacto e do olfacto para encontrar alimento. Tal como os barbos, têm barbilhos muito sensíveis que os ajudam a localizar as presas. Alimentam-se também de pequenos organismos que existem na areia e é frequente observá-los a engolir areia que, depois de se lhe retirar o alimento, é expelida pelos opérculos. Em situações de perigo projectam os espinhos defensivos que têm junto aos olhos. Infelizmente são usados espetados vivos nos anzóis para servirem de isco. As populações dos diferentes rios têm sido misturadas intensamente pelos pescadores.

Comprimento máximo: 9,9 cm
Estatuto de conservação: Baixo risco/não ameaçada
 
< Artigo anterior